INSPIRAÇÃO

Contra ataque com estratégia!

Aprenda quais são os motivos que levam, os profissionais de RH a contratar ou, até mesmo dispensar um candidato ao emprego.
Com o grande número de profissionais a procura das mais variadas vagas de emprego, o setor de RH se vê diante do cenário Ideal, literalmente falando os Recursos Humanos estão com a faca e o queijo na mão. Segundo as informações do Portal G1, no mês de Outubro de 2018, foram gerados por volta de 76.599 vagas de trabalho com carteira assinada, mais embora se comemore timidamente um aumento das contratações, estamos bem longe do cenário ideal. E é nesse estado de calamidade, com o desemprego assombrando milhares de brasileiros, que os profissionais de RH, tomam conta da situação, pois assim se consegue, trazer para os atos das contratações, muitos candidatos que são concorrentes pelas pouquíssimas vagas existentes. É cada dia mais comum se ver, filas quilométricas nas portas das empresas que, anunciam suas contratações abertas ao grande público.
Você deve estar se perguntando, como conseguir agradar um contratante, com tantos concorrentes a sua disposição? Saiba que alguns itens são de suma importância para a efetivação de uma contratação, então vamos lá, tome nota dos tópicos que os contratantes mais levam em consideração no processo seletivo.
1-Apresentação do currículo- Se você já leu nosso artigo sobre como preencher um currículo, você já está um passo a frente dos demais, mais se não leu, corra e leia logo pois, um currículo mal preparado, significa para um avaliador como nada mais e nada menos que, termos um candidato eliminado para essa vaga. Produza seu currículo com atenção que, essa etapa deve ter.
Dica: Crie um currículo enxuto, seja breve, deposite no seu currículo suas informações pessoais (nome, endereço, contatos) suas experiências(histórico profissional), seu grau de escolaridade, e ponto final.
2-Escolaridade- Ao observar a escolaridade do candidato, o contratante consegue verificar, se o candidato anseia por buscar novos horizontes, e se candidato dispõe de algum nível de desenvolvimento intelectual que venha, acrescentar para a organização.
Dica: Nunca minta sobre sua escolaridade, muitas empresas aplicam testes que põem o conhecimento e a escolaridade de seus candidatos a prova.
3-Estabilidade nos empregos anteriores- Esse tópico dedicamos as pessoas que, gostam de trocar de emprego com freqüência. Saibam que as empresas enxergam nesses candidatos de emprego, pessoas que podem sair do emprego a qualquer momento.
Dicas: A permanência em uma empresa, demonstra o quanto o candidato se entrega a sua vida profissional. Procure depositar no seu currículo, experiências profissionais, onde conste o maior tempo que você tenha ficado na vagas
4-Descrição das tarefas executadas- Nessa etapa da seleção ainda na leitura do currículo, ou até mesmo na entrevista de emprego, o contratante busca por uma descrição profissional resumida, que demonstre suas principais atribuições, competências e habilidades.
Dica: Um bom histórico profissional demonstra o quanto o candidato tem a evoluir, isso graças aos seus desempenhos anteriores.

Por: André Moura